PASSO A PASSO PARA DAR BANHO NO CACHORRO EM CASA – Blut's
25.01.2018

PASSO A PASSO PARA DAR BANHO NO CACHORRO EM CASA

Muitos tutores preferem que o banho seja dado na pet shop e não em casa, com receio de machucar ou mesmo não saber como limpar corretamente o pet. Dependendo do tamanho e do comportamento do cão, a tarefa pode ser complexa. Seguindo as dicas a seguir, você vai deixá-lo longe da sujeira e das enfermidades.

A frequência dos banhos varia conforme a raça, o tipo de pelo e a temperatura ambiente. É bom lembrar que banho em excesso pode fazer mal à saúde dos cães. As necessidades higiênicas dos bichinhos não são como as dos humanos. Dar mais de um banho por semana, por exemplo, pode deixar o pet exposto a fungos e alergias. O intervalo ideal entre os banhos varia, podendo ser de 10 a 30 dias. Pergunte ao médico veterinário qual a melhor frequência de banho para o seu peludo. A seguir, acompanhe o passo a passo para dar banho no seu peludo em casa.

Leia mais: Quantas vezes por ano devo levar meu pet ao veterinário?

•  ESCOVE OS PELOS – Antes do banho, aproveite para escovar o pelo do cão. Além de remover os pelos soltos, a escovação ajuda a fazer com que o xampu e o creme de tratamento façam mais efeito. Tenha calma e paciência, pois esse pode ser um processo demorado, caso o pelo do seu bichinho esteja muito embaraçado. Use uma escova própria para o tipo de pelagem do cão.

•  ESCOLHA O LUGAR – Seja na área de serviço ou no banheiro, o local deve estar limpo. Deixe todos os produtos, toalhas e algodão perto de você. Se o piso for muito liso, coloque um tapete antiderrapante para o bichinho se sentir mais seguro. Não dê banho no seu amigo com mangueiras externas, pois a água pode ser muito fria para ele.

•  ESCOVE OS DENTES – Aproveite o momento para limpar os dentes do bichinho. Não esqueça que isso precisa ser feito com escova e creme dental próprios para animais.

Leia mais: Halitose em cães e gatos: como combater?

•  PROTEJA OLHOS E OUVIDOS – Coloque uma bolinha de algodão em cada orelha. Este é um passo muito importante, pois, se a água entrar no ouvido, o cãozinho pode desenvolver otite. Essa regra vale para todos os pets, mesmo aqueles com orelhas longas, ok? Como o cachorro poderá balançar a cabeça durante o banho e tirar a proteção, deixe mais bolinhas de algodão próximas para substituir. Você também pode proteger os olhos do pet passando uma pomada oftálmica.

Antes do banho, aproveite para escovar o pelo do cão. Além de remover os pelos soltos, a escovação ajuda a fazer com que o xampu e o creme de tratamento façam mais efeito.

•  TEMPERATURA DA ÁGUA – A água deve estar morna. Ela precisa estar agradável e suportável. Faça o teste colocando a mão para sentir a temperatura. Se ainda estiver em dúvida, deixe um pouco mais fria. É preferível que ela esteja assim do que muito quente.

•  HORA DO XAMPU – Nunca use xampu de humanos. Escolha o produto de acordo com o tipo de pelo do seu animal. O ideal é ter pH neutro. Molhe o animal completamente. Em seguida, espalhe o xampu e massageie até formar espuma. Comece no pescoço e vá descendo. Deixe as patinhas e o bumbum, que são as partes mais sujas, por último para não levar espuma com sujeira ao resto do corpo.

•  LAVANDO O ROSTO – É uma parte delicada, pois é necessário cuidar para que o xampu não entre em contato com olhos e ouvidos. Seja cuidadoso ao colocar o produto. Dê atenção especial aos bigodes e à região da lágrima. Uma alternativa é usar um paninho molhado com água e xampu para lavar o rosto.

•  ENXAGUE- Espere o tempo necessário indicado na embalagem para o produto agir. Tire primeiro a espuma do corpo e, por último, do rosto. Perto do focinho, jogue água com a mão, e não diretamente com o chuveirinho ou mangueira. Preste bem atenção na região da virilha, axilas e entre os dedos. Se o cão estiver muito sujo, repita a aplicação do xampu.

•  CONDICIONADOR – Se você quiser deixar o pelo dele mais macio, aplique  um condicionador e enxague. Para cães de pelo longo, o condicionador é importante para desembaraçar.

•  RETIRE O EXCESSO DE ÁGUA – Esfregue vigorosamente a toalha no sentido contrário do crescimento dos pelos e, em seguida, no sentido certo. Comece pela cabeça. Seque muito bem a região dos olhos, bigodes, focinho e orelhas. Essas são as partes do corpo que, quando molhadas, provocam mais aflição no bichinho. Aproveite para limpar as orelhinhas do cão com produtos adequados e algodão, pois a umidade do banho torna a limpeza mais fácil.

•  SECAGEM – Essa etapa é fundamental, já que a secagem correta é um dos principais cuidados para evitar doenças de pele. Por isso, acostume seu bichinho com o barulho do secador. Use na temperatura morna para dias frios e fria para dias quentes. Mantenha a distância de 30 cm entre o secador e o cão. Dê o banho durante o dia, para que os pelos sequem completamente antes do cão dormir. Mesmo utilizando secador, a umidade permanece no corpo do animal de três a quatro horas após o banho. Mantenha o cachorro aquecido e longe de correntes de ar durante esse tempo, assim ele não se resfriará.

•  ESCOVAÇÃO – Após o banho é preciso desembaraçar os pelos, principalmente se seu companheiro tiver pelagem longa. Use produtos desembaraçantes se for necessário. A escovação pós-banho, além de estimular a circulação sanguínea, elimina pelos mortos e acalma o cãozinho.

 

Veja também:
Guia para evitar a leishmaniose em cães
Cães e praia: a doença do verme do coração
O que fazer se meu pet tiver uma convulsão?
É normal meu pet comer pouco no verão?
Cães comem grama?

 

×